Após confirmação de morte encefálica, família autoriza doação de órgãos da pequena Gabrielli

A família autorizou a doação de órgãos da pequena Gabrielli Cristina Koji de nove anos, vítima de acidente de trânsito registrado na manhã da última sexta-feira (01), na BR 369 em Cascavel.

Os pais da criança, Moacir Koji e Cristina Pereira Koji, morreram na hora e a garota foi conduzida em estado gravíssimo ao Hospital Universitário.

No sábado (2) os familiares fizeram apelo à comunidade pela doação de sangue, já que Gabrielli precisou de transfusão, porém, ontem (5) à noite foi confirmada a morte encefálica da paciente que estava internada da UTI pediátrica.

Segundo a assessoria de comunicação do HUOP (Hospital Universitário do Oeste do Paraná), poderão ser retirados o coração, os rins, fígado, válvula cardíaca e tecido ocular. O transporte será realizado pelo avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

Após a captação, o corpo será levado para o IML onde ocorrerá a necropsia e à tarde liberado para a família encaminhar o velório e sepultamento, ou cremação, já que os pais de Gabrielli foram cremados em Francisco Beltrão.

Dos quatro membros da família, só restou o Gustavo Koji, adolescente que não estava com os pais e a irmã na hora do acidente, em que o carro conduzido pelo pai bateu contra um caminhão na rodovia federal, próximo ao Distrito Industrial do Bairro Cataratas.