Polícia Civil investiga casos de homicídios registrados em Cascavel

Caso Gralha Azul

A Polícia Civil informou que através do exame de necropsia do IML foi possível identificar que homem morreu em decorrência das queimaduras e não das agressões que sofreu no Conjunto Gralha Azul.

A situação aconteceu no último domingo, na região norte de Cascavel. Antônio Gilmar Marques da Silva teria problemas psiquiátricos e acabou ateando fogo no próprio apartamento. O homem teve diversas queimaduras pelo corpo e após sair do apartamento ainda foi agredido por demais moradores, já que teria colocado em risco à vida de outras pessoas.

O homem foi socorrido e encaminhado para o Hospital Universitário, porém não resistiu aos ferimentos e morreu. A Delegacia de Homicídios começou a investigar o caso para identificar se ele teria morrido em decorrência das agressões ou das queimaduras.

Segundo o delegado da Polícia Civil de Cascavel Fernando Zamoner, o exame do IML comprovou que foi por causa das queimaduras, porém as pessoas que agrediram o homem serão identificadas e responsabilizadas pelos atos praticados.

O inquérito policial será finalizado e informações colhidas serão levadas para o poder judiciário.

 

Caso Santo Onofre

A morte de Daiane Ramos Delgado está sendo investigada pela Delegacia de Homicídios de Cascavel.  A jovem de 19 anos foi vítima de tiros no último sábado no Bairro santo Onofre e morreu no hospital universitário na terça-feira.

Segundo informações do delegado Fernando Zamoner, as investigações quanto ao caso estão bem adiantas, mas não é possível dar detalhes sobre o crime.

A mãe da vítima já comunicou a polícia sobre a autoria do crime, pois seria um familiar, porém desconhece o motivo.

Oitivas estão sendo realizadas com amigos e familiares de Daiane para finalizar o inquérito policial.

 

Caso Cascavel Velho

A mulher que foi baleada no Bairro Cascavel Velho não tinha antecedentes criminais foi o que apontou a Polícia Civil. Lucia Chaves de 47 anos foi alvo de tiros e encaminhada ao Hospital Universitário, local onde segue internada.

A vítima estava em frente à casa em que mora conversando uma moradora vizinha, momento em que três homens saíram de um terreno baldio, afastaram a testemunha e efetuaram tiros contra Lucia, um dos tiros foi à queima-roupa no rosto.

De acordo com o delegado Fernando Zamoner, a polícia tenta identificar se a vítima tinha alguma desavença. Lucia não tinha antecedentes criminais.

Qualquer informação que possa levar aos atiradores pode ligar de forma anônima para os números 190, ou 197.

 

Caso Angra dos Reis

O homem que foi encontrado morto em bueiro no loteamento angra dos reis pode ter tido morte natural, é o que aponta investigações da Delegacia de Homicídios de Cascavel.

O corpo foi localizado na quarta-feira (11) na região oeste da cidade.

A vítima foi identificada como Sidney José dos Santos, de 60 anos. O laudo não foi emitido, porém o exame da necropsia já foi concluído e o médico afirmou que não há indicativo de lesão no corpo de Sidney.

Segundo o delegado Fernando Zamoner, oitivas estão sendo realizadas para tentar identificar outra linha que não seja morte natural, já que essa é uma das hipóteses que os policiais seguem.

Foi feita a coleta de amostra pulmonar encaminhada para perícia em Curitiba pra fazer exame toxicológico.