Polícia rodoviária Federal prorroga prazos de recurso contra multas de 30 para 90 dias

A medida abrange serviços como defesas prévias, identificação de motorista infrator, além de recursos contra autuações e é válido para todo o território nacional.

A Polícia rodoviária federal prorrogou de 30 para 90 dias todos os prazos relacionados ao processamento de multas aplicadas pela instituição.

O novo prazo é valido para os prazos com vencimento posterior ao dia 13 de março.

Em vigor desde semana passada, a medida foi motivada pela pandemia do novo coronavírus é o que explica Ricardo Barreto Salgueiro, inspetor da PRF.

Uma parte significativa dos serviços administrativos prestados pela PRF está disponível à distância.

Usuários podem apresentar recursos, indicar condutor que cometeu infrações, imprimir boletos e registrar acidentes sem vítimas, por exemplo, através da internet.

A partir de hoje a PRF não data atendimento ao público.

O objetivo é evitar a contaminação do coronavirus em Cascavel e região.