Sarampo cresce no Paraná e vacina é a única forma de prevenção

O boletim epidemiológico do sarampo divulgado nesta quinta-feira (05) pela Secretaria de Estado da Saúde registra 16 novos casos confirmados da doença desde a última atualização, em 19 de fevereiro. No total, são 891 casos confirmados em 42 cidades, desde 29 de agosto do ano passado. Outros 1820 pacientes estão em investigação no Estado.

O secretário da Saúde, Beto Preto, destaca a importância do alcance vacinal para o bloqueio da doença. “Estamos em campanha, precisamos ampliar a imunização contra o sarampo. Esta é a forma de nos blindarmos contra essa doença que parece simples, mas não é”. Ele alerta quem ainda não está imunizado. “Se ainda não tomou a vacina, vá até uma das 1852 salas de vacinação nas unidades de saúde e faça hoje, faça já, o quanto antes melhor. Você se protege e protege outras pessoas”.

De acordo com o boletim desta quinta, 468 casos confirmados são de pessoas de 20 a 29 anos – são os chamados jovens adultos. Esta é a faixa etária com maior ocorrência e também o foco da campanha. “Muitas destas pessoas não sabem se foram ou não vacinadas. Sendo assim, a indicação é a vacinação. Não há problema receber mais de duas doses, a vacina não faz mal à saúde”, reforça Beto Preto.

Acesse o boletim completo.

VACINAÇÃO – As crianças que têm entre seis meses e 11 meses e 29 dias também devem ser vacinadas. A população com idade entre um a 29 anos deve receber duas doses da vacina tríplice viral e de 30 a 59 anos, uma dose. A Campanha Nacional de Vacinação teve início em 10 de fevereiro e segue até 13 de março. “Entre 20 e 29 anos, aqui em nosso Estado, a pessoa deve receber uma dose da vacina como reforço, mesmo que já tendo duas doses da tríplice viral”, ressalta o secretário.

Veja o calendário de vacinação.

MUNICÍPÍOS – No Paraná, 42 cidades estão em surto por causa do sarampo, considerando que o Ministério da Saúde classifica como situação de surto ativo todo município que tenha um caso de sarampo confirmado.

Curitiba e outros 19 municípios que integram a 2ª Regional de Saúde (RS Metropolitana), somam 805 pacientes com sarampo, o que representa 90,35% do total:
Curitiba: 533
Almirante Tamandaré: 26
Araucária: 13
Balsa Nova: 2
Campina Grande do Sul: 7
Campo do Tenente: 3
Campo Largo: 28
Campo Magro: 10
Colombo: 63
Fazenda Rio Grande: 12
Itaperuçu: 1
Lapa: 2
Mandirituba: 1
Pinhais: 35
Piraquara: 25
Quatro Barras: 4
Quitandinha: 1
Rio Branco do Sul: 8
Rio Negro: 1
São José dos Pinhais: 30

No Litoral, que integra a 1ª Regional de Saúde (RS Paranaguá), há 9 registros em 3 municípios:
Antonina: 1
Matinhos: 1
Paranaguá: 7

Confira os casos no Interior:

3ª Regional de Saúde (RS Ponta Grossa):
Castro: 2
Ponta Grossa: 1

4ª Regional de Saúde (RS Irati)
Irati: 5
Mallet: 4

6ª Regional de Saúde (RS União da Vitória), tem 28 registros em 5 municípios:
Cruz Machado: 3
General Carneiro: 1
Paula Freitas: 5
São Mateus do Sul: 1
União da Vitória: 18

8ª Regional de Saúde (RS Francisco Beltrão)
Francisco Beltrão: 1

11ª Regional de Saúde (RS Campo Mourão)
Campo Mourão: 1

15ª Regional de Saúde (RS Maringá)
Maringá: 3
Sarandi: 4

16ª Regional de Saúde (RS Apucarana)
Jandaia do Sul: 1

17ª Regional de Saúde (RS Londrina)
Londrina: 9
Rolândia: 1

19ª Regional de Saúde (RS Jacarezinho), são 13 casos em 2 municípios:
Carlópolis: 6
Jacarezinho: 7

20ª Regional de Saúde (RS Toledo)
Marechal Cândido Rondon: 1
Toledo: 3

Não há casos confirmados ou em investigação na 5ª, 7ª, 9ª, 10ª, 12ª, 13ª, 14ª, 21ª e 22ª regionais de Saúde.

 

Informações e fotos: Agência Estadual de Notícias