VEREADOR CRITICA FALTA DE CONSULTAS EM UBS E PREFEITURA EMITE NOTA DE REPÚDIO

A prefeitura de Cascavel emitiu uma nota de repúdio ontem (10), contra o vereador Fernando Hallberg. Pela manhã, Hallberg fez uma transmissão em vídeo, em uma rede social, criticando a falta de vagas para consultas na UBS do Santa Cruz. Segundo o que disse o vereador, moradores relataram que a unidade só teria 5 vagas para consultas com clínico geral e teriam chegado por volta das 5 horas da manhã pra tentar o atendimento, mas não conseguiram a vaga.

Hallberg cobrou a implantação de um sistema de agendamento por telefone e ironizou a situação dizendo que o telefone existe há mais de cem anos, mas pelo jeito serve só para fazer “lives” (transmissões ao vivo em vídeo), fazendo menção ao hábito do prefeito Leonaldo Paranhos, que faz este tipo de transmissão frequentemente. Hallberg citou ainda outra unidade de saúde, no Pacaembu, onde, segundo ele, o paciente precisa ir até a unidade para agendar a consulta pessoalmente e voltar no outro dia para o atendimento médico. A publicação teve grande repercussão nas mídias sociais e durante a tarde a prefeitura se manifestou a respeito.

A nota de repúdio da administração diz o seguinte: A Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel (Sesau) manifesta repúdio contra a atitude do vereador Fernando Hallberg, ao divulgar informação não verdadeira sobre o número de consultas na UBS do Santa Cruz, nesta segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020.

Ao contrário do que publicou em suas redes sociais, não é verdadeira a afirmação do vereador de que existem apenas 5 fichas para consulta. Além disso, o nobre vereador Fernando Hallberg ironizou na postagem a utilização de ficha, não buscou informações e ignorou o fato de outras 29 consultas na mesma UBS, nesta mesma segunda-feira, terem sido agendadas antecipadamente por telefone.

As cinco fichas citadas pelo vereador são de consultas remanescentes e que ficaram à disposição aos cidadãos que optaram por buscar atendimento no dia. A Sesau lembra ainda que a média de 2019 foi de 35 consultas/dia na UBS do Santa Cruz.

Em tempos que Cascavel vive uma maturidade e união pelo desenvolvimento é lamentável que um representante eleito pela população, venha expor sistematicamente servidores públicos às críticas nas redes sociais de forma irresponsável. A referida publicação induz ao erro e joga a opinião pública – de forma manipulada – contra a Secretaria de Saúde e mais grave do que isso, ataca a reputação dos profissionais da saúde que diariamente prestam o atendimento aos cascavelenses.

A Sesau reitera a reprovação da atitude, lamentando que o vereador Fernando Hallberg, mesmo após 3 anos de mandato, ainda não saiba que as consultas em Cascavel podem ser feitas por agendamento telefônico.

Além disso, a secretaria cobra a retratação ao mesmo tempo em que se coloca à disposição para informações quando houver dúvidas, garantindo o pleno trabalho do Legislativo em fiscalizar com respeito e responsabilidade.

Após a publicação da nota, o vereador se manifestou novamente dizendo que deve ir até as unidades de saúde para comprovar o problema.